Um blog onde damos primazia à informação curta, clara e concisa
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009
Administração Regional de Saúde do Alentejo apoia quatro projectos de IPSS no Alentejo

A Administração Regional de Saúde do Alentejo vai apoiar quatro projectos de IPSS no Alentejo na área da Promoção da Saúde e da Reabilitação dirigidos a grupos mais vulneráveis

Para a concretização destes apoios foram assinados contratos estabelecidos entre este Organismo e as IPSS, no âmbito do Programa de Apoio Financeiro a atribuir pela ARS do Alentejo às Pessoas Colectivas Privadas sem fins lucrativos.

Vão ser apoiados quatro projectos, dois dos quais no domínio da promoção da saúde, desenvolvidos respectivamente pela ARPIC (Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Canaviais) e pela Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, de Reguengos de Monsaraz e os outros dois no domínio da Reabilitação da responsabilidade da Associação de Paralisia Cerebral de Évora e do Lar Jacinto Faleiro, de Castro Verde.

A ARPIC - Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Canaviais, vai desenvolver um projecto que tem como destinatários os associados da instituição, sendo o seu objectivo , promover a qualidade de vida da população idosa,  informar e sensibilizar a população idosa acerca dos hábitos de vida saudáveis, sensibilizar toda a comunidade para a importância de hábitos saudáveis e fomentar e dinamizar o papel das instituições de 3º idade no desenvolvimento social e comunitário.

 A Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, de Reguengos de Monsaraz, vai desenvolver o projecto, cujos objectivos que têm como destinatários os idosos da instituição e que são os seguintes: Desenvolver a resistência e a força muscular; melhorar a mobilidade articular, redobrar as energias, vitalidade e disposição, combater a depressão e ainda tornar os idosos mais activos em função dos seus interesses e motivações.

A Associação de Paralisia Cerebral de Évora vai desenvolver um projecto, que tem como destinatários crianças portadoras de deficiência, tendo em vista a dar cumprimento aos seguintes objectivos: avaliar os efeitos da hipoterapia e equitação terapêutica ao nível físico (tónus e motricidade), emocional e comportamental, mediante a criação de instrumentos de caracterização e avaliação das crianças sinalizadas e posterior divulgação dos resultados, os quais permitirão considerar os benefícios da hipoterapia para uma população mais alargada e mesmo ser difundida como metodologia a nível nacional.

O Lar Jacinto Faleiro, de Castro Verde vai desenvolver um projecto destinado aos idosos da Instituição, e que pretende proporcionar uma actividade física orientada, regular e vocacionada para a promoção da saúde e bem-estar, aumentar a capacidade funcional e autonomia do utente/idoso, melhorar a capacidade física diminuindo a deterioração das variáveis de aptidão física como resistência cardiovascular, força, flexibilidade e equilíbrio, o aumento da interacção social e a redução de problemas psicológicos como a ansiedade e a depressão e ainda aumentar a capacidade cognitiva e a coordenação motora a ocupação dos tempos livres, aumentar a auto-estima; e capacidade psicomotora.

 



publicado por noticiasevora às 18:46
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





posts recentes

Ciclo de Concertos Promen...

Em Montemor-o-Novo há mús...

Évora recebe “Tool Fair” ...

Câmara Municipal de Évora...

Évora homenageia “Manel d...

Reguengos de Monsaraz com...

Telemedicina já efectuou...

Évora comemora Dia Mundia...

Montemor-o-Novo comemora ...

Mora comemora 25 de Abril...

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds