Um blog onde damos primazia à informação curta, clara e concisa
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009
Vinhos do Alentejo recebem chuva de prémios

 

Uma chuva de prémios está cair sobre os vinhos do Alentejo, que vêem assim reconhecida, de forma oficial, a adesão que os consumidores em geral já estavam a revelar.

Provadores de vários países, reunidos por iniciativa da revista Wine, e os especialistas da Revista de Vinhos colocaram recentemente diversos vinhos do Alentejo à cabeça entre os melhores. O facto vem confirmar a reputação de uma região a que os apreciadores já se renderam: na categoria de vinhos engarrafados com denominação de origem e indicação geográfica, o Alentejo representa quase metade das escolhas dos consumidores, com uma quota de mercado de 45,4% em valor.

Especialistas em vinhos e gastronomia de Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Irlanda, Canadá e Nova Zelândia estiveram no nosso País, por iniciativa da revista Wine, e colocaram três vinhos do Alentejo entre o ‘top 10’ dos melhores vinhos portugueses, numa prova que avaliou tintos de 2006.

Nesta lista de dez vinhos, o primeiro lugar e o segundo lugar são ocupados por dois vinhos alentejanos, respectivamente, o Scala Coeli 2006, produzido pela Fundação Eugénio de Almeida, de Évora, e o Vinhas da Ira, produzido por Henrique José de la Puente Sancho Uva na Herdade da Mingorra, próximo de Beja. Na mesma lista surge ainda mais um tinto alentejano, um reserva de 2006 da Herdade dos Grous, uma propriedade situada em Albernoa, no concelho de Beja.

A Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, foi considerada a melhor empresa de vinhos do ano 2008 pela Revista de Vinhos, numa atribuição de prémios que vai já na 12ª edição e que distingue personalidades, empresas e instituições do universo do vinho e gastronomia.

Jorge Böhm, cuja actividade se situa perto de Montemor-o-Novo, recebeu o prémio de Viticultura e Rui Reguinga, responsável por muitos vinhos alentejanos, foi eleito o ‘Enólogo do Ano’.

A Herdade do Rocim, situada no baixo Alentejo, entre Cuba e a Vidigueira, recebeu o prémio Revelação, enquanto a Adega Cooperativa de Borba foi considerara a melhor do ano.

Um prémio especial de gastronomia foi entregue a Gabriel e Amor Fialho, responsáveis pelo restaurante Fialho, em Évora, e pela preservação de muitas das receitas tradicionais alentejanas.

Estas distinções surgem na sequência de um trabalho de base efectuado nos últimos anos por todas as entidades envolvidas neste sector. O Alentejo tem neste momento 260 produtores de vinho, contra apenas 45 em 1995. Nesse mesmo ano, contava com uma extensão de vinha de 13 500 hectares, número que actualmente é superior a 22 mil hectares, no que toca a vinhos DOC Alentejo e Regional Alentejano. Na campanha de 2007/2008, o Alentejo representou 15,31% da produção nacional de vinho.



publicado por noticiasevora às 19:17
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





posts recentes

Ciclo de Concertos Promen...

Em Montemor-o-Novo há mús...

Évora recebe “Tool Fair” ...

Câmara Municipal de Évora...

Évora homenageia “Manel d...

Reguengos de Monsaraz com...

Telemedicina já efectuou...

Évora comemora Dia Mundia...

Montemor-o-Novo comemora ...

Mora comemora 25 de Abril...

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds