Um blog onde damos primazia à informação curta, clara e concisa
Sexta-feira, 4 de Julho de 2008
Reguengos de Monsaraz aposta forte na promoção da sua cultura e artesanato

 

 

O Município de Reguengos de Monsaraz vai participar mais uma vez na Feira Internacional do Artesanato (FIA) que decorre na Feira Internacional de Lisboa (FIL) entre sábado e 13 de Julho. Reconhecida como a maior feira de artesanato e de gastronomia do país, a FIA comemora o seu 20.º aniversário, registando a presença de 630 expositores provenientes de mais de 40 países. Com cerca de 30.000m2 de exposição para o artesanato nacional, artesanato internacional e gastronomia, a FIA assume-se como a feira de referência no sector das artes e ofícios tradicionais portugueses, aguardando a visita de mais de 100 mil pessoas.

A participação do Município de Reguengos de Monsaraz neste certame visa a valorização da identidade do concelho e contribuir para o seu desenvolvimento cultural, social e económico. Representa igualmente uma aposta forte nas imensas potencialidades do certame para promover as artes, os saberes e os ofícios tradicionais, exemplos do modo de vida de um povo que tem na tradição e nos valores, o reflexo da sua identidade cultural. 

José Calixto, vice-presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, considera que “o vinho, a agricultura, os lanifícios, os lacticínios, o barro, os chocalhos e os cobres foram e são elementos vivos da nossa história que constituem, não só uma forma de reprodução material de um ou vários modos de saber popular, como também são elementos que contribuíram, de forma significativa, para a evolução social e económica do concelho”.

O autarca realçou igualmente o esforço que a Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz vem desenvolvendo no sentido de tornar possível a musealização do rico espólio etnográfico concelhio “conjugando os materiais e os saberes tradicionais com novas formas de apresentação e de divulgação, adaptando-as e refuncionalizando-as enquanto elementos que fazem parte do nosso imaginário colectivo e que importa preservar, mesmo que a utilidade e as características se tenham perdido com a evolução dos costumes e modos de vida dos tempos modernos”.

 

 



publicado por noticiasevora às 19:04
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





posts recentes

Ciclo de Concertos Promen...

Em Montemor-o-Novo há mús...

Évora recebe “Tool Fair” ...

Câmara Municipal de Évora...

Évora homenageia “Manel d...

Reguengos de Monsaraz com...

Telemedicina já efectuou...

Évora comemora Dia Mundia...

Montemor-o-Novo comemora ...

Mora comemora 25 de Abril...

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds