Um blog onde damos primazia à informação curta, clara e concisa
Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008
PROVERE para a zona dos mármores foi aprovado

 

 

O projecto apresentado ao programa PROVERE – Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos, no âmbito das Acções Preparatórias, pelos municípios da Zona dos Mármores, liderado pelo Município de Borba, foi aprovado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo. Apenas dois projectos foram aprovados no distrito de Évora e oito, num total de 18 apresentados, em todo o Alentejo.

 

À parceria estabelecida entre os municípios de Borba, Alandroal, Vila Viçosa, Estremoz e Sousel, associaram-se a ASSIMAGRA, CEVALOR, EDC – Mármores, S.A., INETI, Universidade de Évora, LIRIO, Centro de Ciência Viva de Estremoz e Associação de Desenvolvimento Montes Claros, e empresários do sector dos mármores, definindo-se toda a anticlinal de Estremoz como território-alvo. Com esta candidatura os parceiros pretendem apostar na inovação e na excelência, distinguindo-se positivamente de experiências anteriores, sendo para isso fundamental atrair para o processo os principais interlocutores com efectivo conhecimento do recurso e do território em causa.

 

Numa reflexão conjunta foram identificados os principais problemas associados ao mármore e ao território-alvo e potenciais oportunidades a explorar mediante o recurso ao PROVERE, debateu-se uma visão estratégica para a valorização do Mármore e do território dos mármores e fez-se uma primeira aproximação aos projectos. O desenvolvimento e a competitividade do cluster das rochas ornamentais no Alentejo requerem, essencialmente, intervenções estratégicas ao nível dos recursos humanos, da estrutura empresarial, dos mercados e da inovação tecnológica e de produto.

O PROVERE assume como principal objectivo a geração de iniciativas / acções / projectos orientados para fomentar e incrementar a competitividade dos territórios de baixa densidade, mediante o acréscimo de valor económico de determinados recursos endógenos, preferencialmente únicos e determinantes para a base económica do território-alvo, como é o caso do mármore no território destes cinco concelhos, facilitando o acesso aos fundos comunitários através do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e dos programas de Desenvolvimento Rural e das Pescas. Em termos de recurso de subsolo, esta zona é uma das regiões com maior riqueza do país, constituindo o sector grande relevância na economia do Alentejo, especialmente na área destes municípios.



publicado por noticiasevora às 09:44
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





posts recentes

Ciclo de Concertos Promen...

Em Montemor-o-Novo há mús...

Évora recebe “Tool Fair” ...

Câmara Municipal de Évora...

Évora homenageia “Manel d...

Reguengos de Monsaraz com...

Telemedicina já efectuou...

Évora comemora Dia Mundia...

Montemor-o-Novo comemora ...

Mora comemora 25 de Abril...

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds