Um blog onde damos primazia à informação curta, clara e concisa
Terça-feira, 14 de Abril de 2009
Jornadas Luso-Espanholas sobre a Água no Contexto Transfronteiriço realizam-se em Évora

A Administração da Região Hidrográfica do Alentejo, I.P. em colaboração com a Comissão para a Aplicação e Desenvolvimento do Convénio de Albufeira vão organizar as Jornadas Luso-Espanholas de Participação Pública subordinadas à temática “Questões Significativas da Gestão da Água no Contexto Transfronteiriço – Região Hidrográfica do Guadiana”.

Com o objectivo de promover e facilitar uma participação mais activa de todos os actores sociais, vão realizar-se duas Jornadas relativas à bacia hidrográfica do Guadiana.

A primeira Jornada terá lugar no próximo dia 21 de Abril de 2009, pelas 10h, no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Região do Alentejo, em Évora. A segunda Jornada realizar-se-á em Mérida (Espanha), no dia 21 de Maio de 2009, pelas 11h.

A participação pública nos processos de elaboração dos Planos de Gestão de Região Hidrográfica (PGRH) é a chave para assegurar que estes respondem às necessidades de todos os sectores da sociedade e, no contexto das bacias hidrográficas partilhadas, importa aprofundar a cooperação Luso-Espanhola, no sentido de fortalecer as medidas que devem ser definidas nos PGRH, o que requer uma informação detalhada à opinião pública e a implicação de todas as partes interessadas.



publicado por noticiasevora às 19:22
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 13 de Abril de 2009
Vinhos do Alentejo recebem chuva de prémios

 

Uma chuva de prémios está cair sobre os vinhos do Alentejo, que vêem assim reconhecida, de forma oficial, a adesão que os consumidores em geral já estavam a revelar.

Provadores de vários países, reunidos por iniciativa da revista Wine, e os especialistas da Revista de Vinhos colocaram recentemente diversos vinhos do Alentejo à cabeça entre os melhores. O facto vem confirmar a reputação de uma região a que os apreciadores já se renderam: na categoria de vinhos engarrafados com denominação de origem e indicação geográfica, o Alentejo representa quase metade das escolhas dos consumidores, com uma quota de mercado de 45,4% em valor.

Especialistas em vinhos e gastronomia de Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Irlanda, Canadá e Nova Zelândia estiveram no nosso País, por iniciativa da revista Wine, e colocaram três vinhos do Alentejo entre o ‘top 10’ dos melhores vinhos portugueses, numa prova que avaliou tintos de 2006.

Nesta lista de dez vinhos, o primeiro lugar e o segundo lugar são ocupados por dois vinhos alentejanos, respectivamente, o Scala Coeli 2006, produzido pela Fundação Eugénio de Almeida, de Évora, e o Vinhas da Ira, produzido por Henrique José de la Puente Sancho Uva na Herdade da Mingorra, próximo de Beja. Na mesma lista surge ainda mais um tinto alentejano, um reserva de 2006 da Herdade dos Grous, uma propriedade situada em Albernoa, no concelho de Beja.

A Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz, foi considerada a melhor empresa de vinhos do ano 2008 pela Revista de Vinhos, numa atribuição de prémios que vai já na 12ª edição e que distingue personalidades, empresas e instituições do universo do vinho e gastronomia.

Jorge Böhm, cuja actividade se situa perto de Montemor-o-Novo, recebeu o prémio de Viticultura e Rui Reguinga, responsável por muitos vinhos alentejanos, foi eleito o ‘Enólogo do Ano’.

A Herdade do Rocim, situada no baixo Alentejo, entre Cuba e a Vidigueira, recebeu o prémio Revelação, enquanto a Adega Cooperativa de Borba foi considerara a melhor do ano.

Um prémio especial de gastronomia foi entregue a Gabriel e Amor Fialho, responsáveis pelo restaurante Fialho, em Évora, e pela preservação de muitas das receitas tradicionais alentejanas.

Estas distinções surgem na sequência de um trabalho de base efectuado nos últimos anos por todas as entidades envolvidas neste sector. O Alentejo tem neste momento 260 produtores de vinho, contra apenas 45 em 1995. Nesse mesmo ano, contava com uma extensão de vinha de 13 500 hectares, número que actualmente é superior a 22 mil hectares, no que toca a vinhos DOC Alentejo e Regional Alentejano. Na campanha de 2007/2008, o Alentejo representou 15,31% da produção nacional de vinho.



publicado por noticiasevora às 19:17
link do post | comentar | favorito

Domingo, 12 de Abril de 2009
Estão abertas as inscrições para o Borba Florida 2009

 

Esta iniciativa tem como objectivos primordiais melhorar a atractividade da vila para quem a visita e para os residentes, promover o gosto dos proprietários pelo arranjo e embelezamento das fachadas e fomentar o interesse dos munícipes pela utilização de flores enquanto elemento decorativo das fachadas.

A entrega de floreiras está aberta a toda a população da vila, contudo, apenas os residentes no Centro Histórico podem concorrer aos primeiros lugares. Ou seja, o concurso, com direito à entrega de prémios, destina-se apenas aos moradores do Centro Histórico, mas todos os habitantes de Borba podem solicitar as floreiras e as flores junto da autarquia para enfeitar as suas janelas e varandas.

As inscrições encerram dia 23 de Abril e até lá todos os interessados podem proceder à sua inscrição no concurso Borba Florida. A participação é gratuita e feita através de uma ficha destacável a entregar no Gabinete Verde da Câmara Municipal de Borba ou enviada por e-mail para o endereço gabineteverde@cm-borba.pt.

As floreiras solicitadas à autarquia serão entregues no final de Abril, acompanhadas de substrato e plantas floridas – Pelargónios, Petúnias e Verbenas – pelo valor simbólico de 3,00€ para os novos concorrentes, com direito a um conjunto composto por floreira com suporte para varandas e janelas, substrato e três vasos com flores. Aos participantes de edições anteriores que pretendam voltar a embelezar as suas janelas e fachadas e que disponham de floreiras, serão entregues, gratuitamente, três vasos com flores por cada floreira que pretendam decorar e que tenha estado a concurso na edição anterior.

Os participantes nesta edição do Concurso Borba Florida podem continuar a participar com qualquer tipo de flores naturais que pretendam adquirir além das fornecidas pela Câmara Municipal.

Durante o decorrer do concurso, a Comissão de Avaliação fará três visitas às fachadas, entre Maio e Setembro, ao longo das quais vai acompanhando a evolução da floração e a beleza das plantas nas varandas e janelas, de modo a eleger os premiados. A avaliação será efectuada com base nos quatro critérios definidos - Evolução/manutenção da floração; Enquadramento; Conjugação de espécies e coloridos e Aspecto fitossanitário – sendo cada um avaliado numa escala numérica de 1 a 5, e tendo cada critério a ponderação de 25%.

À semelhança das edições anteriores, no final da avaliação do Concurso, será realizada uma exposição com fotografias de todas as varandas a concurso, no Celeiro da Cultura. Esta decorrerá entre 2 e 11 de Outubro, sendo inaugurada com a cerimónia de entrega dos prémios.



publicado por noticiasevora às 19:13
link do post | comentar | favorito

Sábado, 11 de Abril de 2009
Idosos do Alandroal operados em Cuba reuniram-se num almoço hoje em Juromenha

 

Um verdadeiro sucesso. Foi assim que o presidente da Câmara Municipal de Alandroal, João Nabais, caracterizou a “Operação Milagre” que levou 51 idosos, entre os 75 e 91 anos, com doenças do foro oftalmológico, a deslocarem-se a Havana (Cuba) para serem submetidos a cirurgias.  

Passado um ano, a 11 de Abril, quando o primeiro grupo de 14 alandroalenses viajou para a ilha cubana, o município decidiu organizar um almoço-convívio, denominado “Almoço da Solidariedade”, que decorreu no restaurante “Pátio de Cascalhais”, situado na estrada Alandroal – Elvas, perto de Juromenha,

De acordo com o autarca, até hoje, o município de Alandroal, ao abrigo de um protocolo assinado com o Governo Cubano, já levou a Havana todos esses idosos que “depois das cirurgias melhoraram substancialmente a sua capacidade de visão e, consequentemente, a sua qualidade de vida”.

As despesas com viagens, alojamento e intervenções cirúrgicas foram custeadas pela autarquia que ascenderam a 2.100 euros por cada idoso. “Não olhámos a recursos porque o que gastaríamos a ir a Espanha ou em Portugal, seria o mesmo”, afirmou, salientando que o dinheiro era o menos importante, “pois as pessoas e a sua qualidade de vida é o que mais relevante”.

João Nabais adiantou ainda que o facto dos seus munícipes “verem melhor faz-me sentir realmente satisfeito porque trata-se de uma questão de saúde”. O edil congratulou-se por esta medida “ter conseguido resolver cerca de 95 por cento dos problemas oftalmológicos existentes no concelho”, sublinhando ainda “ter servido para despertar consciências”.

João Nabais recordou que esta medida “tão contestada a nível nacional e mesmo a nível local, inclusivamente dentro próprio município valeu a pena porque conseguimos dar uma pedrada no charco”. “Em boa hora, originámos que fossem encontradas soluções e que o Ministério da Saúde começasse a dar respostas aos problemas na aérea da oftalmologia no nosso país, nomeadamente às listas de espera nas consultas e nas cirurgias”, salientou, dando assim a entender que “éramos nós que estávamos certos”.

Perante isto, o presidente da Câmara Municipal reiterou a ideia de que este programa “não termina aqui, nesta fase”, assegurando que o protocolo entre o município alandroalense e os serviços médicos cubanos vai permanecer. “A colaboração não se esgota na área da oftalmologia, a nossa ideia é ir mais além, daí estarmos a apostar na área da reabilitação”, esclareceu.

Uma menina de três anos e meio, a Laura, com paralisia cerebral profunda foi a primeira a usufruir desta valência, tendo estado quatro meses com a mãe em Cuba. Actualmente, está lá outra menina com oito anos, a Joana, “cuja força de vontade é tal que garante que quando regressar conseguirá brincar com todos os seus amigos”.

Para o edil, este protocolo é de grande interesse, tendo resultado também da geminação que existe entre o Alandroal e Regla. “É importante reforçarem-se os laços entre as nações e como forma de agradecer tudo o que fizeram pelos nossos idosos, fizemos um donativo de material didáctico e pedagógico a uma escola e demos cinco mil euros, que sabemos que são uma gota no oceano, como ajuda para as catástrofes naturais que assolam aquele país”, anunciou. 



publicado por noticiasevora às 19:08
link do post | comentar | favorito

Cavaco Silva vai estar na Universidade de Évora

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, inicia na Universidade de Évora o 5.º Roteiro para a Ciência dedicado à matemática. A visita decorre no dia 15 de Abril, com início às 9h30, no auditório do Colégio Luís António Verney.

No programa da Presidência da República está previsto uma visita aos observatórios do Centro de Geofísica de Évora, classificado como Excelente na avaliação internacional, e a apresentação de áreas de aplicação da matemática por investigadores da UE, onde o tema “Avaliação dos Riscos Naturais, Sociais ou Financeiros” é desenvolvido.

Para tal são apresentadas áreas e resultados da investigação desenvolvida na Universidade de Évora relacionadas com a avaliação dos riscos, nomeadamente nos seus centros de investigação avaliados internacionalmente.

O 5.º Roteiro para a Ciência, dedicado à Matemática, destina-se a chamar a atenção do país para a importância da Matemática na sociedade.

 



publicado por noticiasevora às 19:03
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 10 de Abril de 2009
Mora lança programa de apoio a jovens desempregados

A Câmara Municipal de Mora lançou o “Programa de Apoio a Jovens Desempregados” criando ocupação laboral remunerada nos diversos serviços da autarquia, em regime part-time., ao qual já aderiram 12 jovens.

A ideia é ajudar os jovens morenses desempregados a ocupar o seu tempo de forma útil, auferindo 200 euros por mês, estando abrangidos, numa primeira fase, os desempregados do concelho com idades compreendidas entre os 18 e os 25 anos e que sejam beneficiários do Cartão Municipal Jovem. Numa segunda fase, o programa poderá ser alargado aos jovens até aos 30 anos. A autarquia está assim sensível às dificuldades dos mais jovens em arranjar emprego no concelho, contribuindo para a sua inserção no tecido laboral, minimizando ao mesmo tempo os custos de quem tem de viver sem uma remuneração fixa.

Recorde-se que Mora lançou há cinco anos o Cartão Municipal Jovem que actualmente contempla cerca de 600 indivíduos entre os 10 e os 30 anos e que residem há mais de um ano no concelho. O documento oferece, entre outros descontos, 98% na aquisição de lotes de terreno na zona industrial, 25% nos loteamentos municipais e apoio financeiro na recuperação de habitações para casa própria.

Os jovens de Mora possuidores do cartão beneficiam de diversos apoios, nomeadamente 50% do custo das ligações de água e esgoto, 50% nas taxas e licenciamentos para obras e ainda 50% no licenciamento industrial. No capítulo da recuperação de casas degradadas destinadas à habitação própria, a autarquia apoia projectos de arquitectura, fornecimento de areia, cal, 750 euros para telhas e 44 sacas de cimento, além de auxílio nas demolições e na remoção de entulho. Os jovens morenses têm ainda descontos de 50% no acesso às iniciativas culturais e recreativas promovidas pela edilidade e de 25% nas entradas de cinema e da piscina.



publicado por noticiasevora às 18:41
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 9 de Abril de 2009
Especialistas transmitem novos conhecimentos sobre a arqueologia de Reguengos de Monsaraz entre os dias 17 e 19 de Abril

 

O Município de Reguengos de Monsaraz vai organizar entre os dias 17 e 19 de Abril o colóquio de arqueologia “Monsaraz e Seu Termo – Arqueologia no Município de Reguengos de Monsaraz – Povoamento, Sociedades, Economia e Arte”. Este colóquio em homenagem à memória de José Pires Gonçalves tem como objectivo promover um balanço relativo aos progressos de conhecimento sobre o passado da região, obtidos a partir da investigação arqueológica.

O colóquio decorre nos dias 17 e 18 de Abril no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz, conta com o Ministro da Cultura, José António Ribeiro, na Comissão de Honra e repartir-se-á por cinco sessões: uma primeira sessão de abertura e as restantes sessões temáticas dedicadas à Pré-História, Proto-História, Época Romana e Antiguidade Tardia e Época Medieval e Moderna. A abertura de cada uma das sessões contará com a presença de reconhecidos especialistas que proferirão conferências sobre cada um dos temas, seguindo-se as apresentações das comunicações referentes ao concelho de Reguengos de Monsaraz e concelhos limítrofes.

A sessão de abertura do colóquio, na manhã do dia 17 de Abril, estará a cargo de Victor Martelo, presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz e de Ana Paula Amendoeira (Bolseira de Doutoramento da FCT, CEAUCP) que vai apresentar a “Obra de José Pires Gonçalves”. A conferência inaugural, a cargo de Jorge de Alarcão, Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, consistirá em “Uma Visão Pessoal de 50 Anos de Arqueologia Portuguesa”.

A primeira sessão, dedicada à Pré-História, terá uma conferência de Victor Gonçalves, Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, intitulada “100 Anos e alguns Trocos. A História da Arqueologia das Antigas Sociedades Camponesas em Reguengos de Monsaraz”. A segunda sessão será sobre a Proto-História e conta com uma dissertação de Rui Mataloto, arqueólogo do Município de Redondo, que abordará o tema “Do Vale à Montanha: A ocupação Proto-Histórica do Termo de Monsaraz”. Ainda nesta sessão, Cláudio Torres, director do Campo Arqueológico de Mértola, falará sobre “O Tempo Longo da História”.

Os trabalhos do dia 18 de Abril iniciam-se com a sessão dedicada à Época Romana e Antiguidade Tardia que tem como destaque a conferência de Maria da Conceição Lopes, Professora Auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, sobre “O Mundo Rural da Lusitânia Meridional”. A fechar o colóquio, na sessão relativa à Época Medieval e Moderna, os arqueólogos da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, Maria João Ângelo e Nuno Pedrosa, vão abordar o tema “Novo Arrabalde Medieval/Moderno de Monsaraz. A necessidade que aguça o engenho”.

No colóquio de arqueologia “Monsaraz e Seu Termo – Arqueologia no Município de Reguengos de Monsaraz – Povoamento, Sociedades, Economia e Arte” haverá comunicações de cerca de duas dezenas de especialistas e interessados de todo o país. No dia 19 de Abril os participantes vão desfrutar de um passeio de barco pelo Grande Lago de Alqueva.

O despertar para a importância do património arqueológico desta área do Alentejo prende-se, em muito, com o trabalho pioneiro do casal Georg e Vera Leisner que, no decurso do segundo quartel do século XX, desenvolveu um trabalho de inventariação e estudo das antas do concelho de Reguengos de Monsaraz. A este trabalho, que deu visibilidade nacional e internacional a um património excepcional, seguiu-se o labor de pesquisa e divulgação de José Pires Gonçalves, que permitiu conhecer diferentes elementos que não tinham sido referenciados no trabalho anterior, alargando, deste modo, os estudos ao património de outras épocas pré-históricas e históricas da região.

O interesse arqueológico do concelho de Reguengos de Monsaraz não se esgotou nos trabalhos citados. Continua vivo nos trabalhos arqueológicos que, desde a década de oitenta do século passado até hoje voltaram a surpreender, transmitindo novos conhecimentos históricos relativos à evolução da paisagem, do povoamento e das sociedades que ocuparam e exploraram este território e os seus recursos.

O distrito de Évora é a área da Península Ibérica onde se concentra a maior densidade de monumentos megalíticos, com particular destaque para o concelho de Reguengos de Monsaraz que tem mais de 150 exemplares identificados. Os menires encontrados têm cerca de 5000 anos de idade e estão relacionados com as estruturas culturais das primeiras comunidades de agricultores na região.

O Menir do Barrocal, impressionante monumento megalítico com cerca de 5,70 metros de altura, é considerado o maior do distrito de Évora, e pelas suas dimensões e significado científico, é já reconhecido como um dos mais importantes da Península Ibérica. Para além deste monumento megalítico, destaca-se igualmente o Cromeleque do Xerez, planta algo singular no denominado "universo megalítico eborense" – quadrangular –, foi erguido entre os inícios do 4.º e meados do 3.º milénio A. C..

O Cromeleque do Xerez desenvolve-se a partir de um menir central faliforme com uma altura de cerca de 4 metros e apresentando numa das suas faces diversas "covinhas" em toda a sua verticalidade. Este monumento megalítico é constituído por 50 menires, cuja altura varia entre 1,20 metros e o 1,50 metros, alguns dos quais de configuração igualmente fálica, bem como almendrada. Trata-se do único monumento transferido em toda a área do regolfo de Alqueva, tendo sido reinstalado em 2004.



publicado por noticiasevora às 18:38
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 8 de Abril de 2009
Uma noite na Biblioteca Pública de Évora

 

Aproxima-se o dia 23 de Abril, data em que se comemora um pouco por todo o mundo o Dia Mundial do Livro. Como é já costume, a Biblioteca Pública de Évora assinala a data com um programa variado à volta do livro e da leitura entre os dias 17 e 25.

Os Dias do Livro regressam mais uma vez à biblioteca com um programa que vai desde uma Roda de Leitura em volta de Frankenstein, passando pelo cinema, com a Jangada de Pedra, filme baseado na célebre obra de Saramago, até representações por um grupo de teatro infantil e pelo Teatro da Rainha, uma companhia das Caldas da Rainha que nos vem apresentar “Uma Noite na Biblioteca”. Além destas actividades, há lugar ainda para a apresentação de um livro, além das actividades regulares da BPE, como os encontros dos Grupos de Leitura ou as visitas guiadas à biblioteca.

“Uma Noite na Biblioteca”, de Jean-Christophe Bailly é a peça de teatro que vai estrear no dia 23 de Abril na BPE, assinalando o Dia Mundial do Livro e repetindo nos dois dias seguintes. A encenação é de Luís Varela, a tradução é de Christine Zurbach e Luís Varela e a interpretação está a cargo de Isabel Lopes, José Carlos Faria, Victor Santos e Miguel Araújo. Quando a noite cai sobre a cidade, a biblioteca conhece uma nova vida: os livros descem das prateleiras, ganham corpo, retomam conversas interrompidas, cantam e brincam, lêem-se e lêem o mundo de fantasmas que vêem desfilar através das vidraças da sala de leitura. É um encontro breve entre o mundo verdadeiro dos livros e o mundo verdadeiro dos homens visto da perspectiva do livro. A poesia está à solta.

 



publicado por noticiasevora às 18:27
link do post | comentar | favorito

Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial nasceu em Borba

Os municípios portugueses de Alandroal, Barrancos, Borba, Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz e Vila Viçosa e os espanhóis de Barcarrota, Higuera de Vargas, Oliva de la Frontera, Olivenza, Taliga, Valverde de Leganes e Villanueva del Fresno, reunidos ontem, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Borba, aprovaram trabalhar em conjunto na constituição de um AECT, de acordo com o Regulamento (CE) n.º 1082/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho.

Em princípio, este agrupamento vai designar-se AECT-GUADIANA CENTRAL e tem como objectivo facilitar e promover a cooperação transfronteiriça, cooperação transeuropeia e a cooperação inter-regional entre os seus membros, exclusivamente, no intuito de reforçar a coesão económica e social no território da União Europeia.

Os AECT’s têm por atribuições específicas a execução de projectos ou acções de cooperação territorial co-financiados pela União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, do Fundo Social Europeu e de Fundo de Coesão.

Os AECT’s podem ainda promover a realização de estudos, planos, programas e projectos ou outras formas de relacionamento entre agentes, estruturas e entidades públicas susceptíveis de contribuírem para o desenvolvimento dos respectivos territórios, com ou sem co-financiamento público, nacional ou comunitário, bem como gerir infra-estruturas e equipamentos e ainda prestar serviços de interesse público.

Cada Município vai agora aprovar a intenção de constituição do AECT-GUADIANA CENTRAL, que só se confirmará depois da aprovação do Convénio e dos respectivos Estatutos pelos órgãos de cada Município.

Os projectos de Convénio e Estatutos serão discutidos entre todos os Municípios em reunião a realizar no dia 21 de Abril, às 16 horas, em Oliva de la Frontera.

 



publicado por noticiasevora às 17:53
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 7 de Abril de 2009
Concerto da Primavera com música clássica no domingo de Páscoa em Reguengos de Monsaraz

 

O Município de Reguengos de Monsaraz vai organizar o Concerto da Primavera no dia 12 de Abril, pelas 17:00 horas, no Auditório Municipal da cidade. Neste espectáculo de música erudita actuam Ricardo Mendes (violino), Tiago Ribeiro (violoncelo) e Grazia Di Venere (piano) que vão interpretar composições de Sergei Rachmaninoff, Johannes Brahms, Piotr Tchaikovsky e Clara Shuman.

Ricardo Mendes é natural de Reguengos de Monsaraz, possui uma licenciatura em violino, colabora com a Orquestra Sinfonieta de Lisboa e é músico efectivo da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, na qualidade de concertino. Tiago Ribeiro estudou na Escola Superior de Música de Lisboa, colaborou com várias orquestras nacionais, entre as quais a Orquestra Metropolitana de Lisboa e actualmente é músico na Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras.

Grazia di Venere nasceu em Bari (Itália), obteve o diploma de piano com classificação máxima no Conservatório de Música “N. Piccinni” e conquistou vários prémios em concursos de piano em Itália. Desde o ano 2000 a residir em Portugal, Grazia di Venere é professora acompanhadora na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa e ensina piano no Conservatório de Música de Cascais.

 



publicado por noticiasevora às 16:40
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





posts recentes

Ciclo de Concertos Promen...

Em Montemor-o-Novo há mús...

Évora recebe “Tool Fair” ...

Câmara Municipal de Évora...

Évora homenageia “Manel d...

Reguengos de Monsaraz com...

Telemedicina já efectuou...

Évora comemora Dia Mundia...

Montemor-o-Novo comemora ...

Mora comemora 25 de Abril...

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds