Um blog onde damos primazia à informação curta, clara e concisa
Domingo, 20 de Abril de 2008
Urgência Polivalente no HESE apresentou candidatura ao QREN


O Despacho nº 5414/2008 de 28 de Fevereiro ministro da Saúde, que estabelece a Rede de Urgências, classifica a urgência do Hospital Espírito Santo de Évora em Urgência Polivalente.

Para o cumprimento integral dos requisitos técnicos que esta Urgência deve possuir e enquanto não está concluído o novo Hospital, o Conselho de Administração, deliberou preparar candidatura ao QREN para a requalificação desta Urgência. Esta candidatura foi apresentada em 31 de Março ao Programa Operacional do Alentejo, no âmbito do Regulamento da Saúde.

Para o director do hospital, António Serrano, a requalificação da urgência é fundamental para a melhoria dos cuidados de saúde da população, “pois irá permitir uma maior qualidade e capacidade de resposta a situações críticas, sem necessidade de deslocações a Lisboa”. Esta requalificação consiste na aquisição e instalação de um equipamento de ressonância magnética, aquisição e instalação de uma sala de Hemodinâmica para cardiologia de intervenção, angiografia digital, remodelação da Urgência, ampliação da actual Unidade de Cuidados Intensivos das actuais cinco para nove camas, melhoria do heliporto já existente, nomeadamente nas condições de segurança em voo nocturno. Este investimento está estimado em 5,1 milhões de euros e deverá estar concluído até final do primeiro semestre de 2009.

No entender da administração do hospital, o projecto permitirá acabar com as frequentes deslocações dos utentes a clínicas privadas em Évora e Lisboa para a realização de ressonâncias magnética e de intervenções mais diferenciadas ao nível cardiológico, evitando o transporte destes em ambulâncias, reduzindo os tempos de espera para a realização destes exames e das diversas técnicas cardiológicas. O alargamento da UCI evitará a transferência dos utentes para outras Instituições, oferecendo um serviço de melhor qualidade. Em relação ao heliporto, a melhoria das condições permitirá a transferência dos utentes durante o período nocturno.

“De salientar ainda que os custos sociais dos familiares destes utentes diminuirão de forma proporcional à diminuição das transferência dos utentes para outros hospitais fora da sua área de residência”, salienta o mesmo responsável. Para além de que a remodelação da urgência trará um maior conforto/amenidades aos utentes e seus familiares, embora nas actuais instalações existam limitações estruturais que impedem uma solução adequada às necessidades. “Estas limitações só serão ultrapassadas com a construção do novo Hospital, na qual o Ministério da Saúde e o Hospital se encontram já a trabalhar.

“A urgência polivalente irá permitir ganhos em saúde para a população da Região do Alentejo devido à melhoria do acesso à Urgência, reduzindo as desigualdades entre regiões”, reitera António Serrano. No seu conjunto, este projecto trará enormes melhorias aos cuidados prestados e permitirá uma mais vasta oferta de serviços, facilitando em muito o acesso aos cuidados de saúde.



publicado por noticiasevora às 09:07
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





posts recentes

Ciclo de Concertos Promen...

Em Montemor-o-Novo há mús...

Évora recebe “Tool Fair” ...

Câmara Municipal de Évora...

Évora homenageia “Manel d...

Reguengos de Monsaraz com...

Telemedicina já efectuou...

Évora comemora Dia Mundia...

Montemor-o-Novo comemora ...

Mora comemora 25 de Abril...

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds